Skip to Content

Crianças com síndrome de Tourette, conselhos para andarem de carro

Niños con síndrome de la Tourette, consejos para viajar en coche

28/09/2018

A síndrome de Gilles da Tourette, ou simplesmente síndrome de Tourette, é um transtorno de tics em que aparecem ao menos dois tics motores e ao menos um tic vocal durante mais de um ano. Estes tics costumam aparecer entre os cinco e sete anos e aumentam a frequência e intensidade na pré adolescência (entre 8 e 12 anos). São típicos os tics na cabeça (rosto) e pescoço.

A maior parte dos pacientes com esta síndrome de Tourette melhoram na adolescência a tal ponto que os sintomas chegam a desaparecer por completo, e os que chegam a idade adulta sofrendo os tics são uma minoria. Quanto aos tics, há uma variação que depende de cada indivíduo, podendo ser leves ou severos, e também podem chegar a ser debilitantes. A frequência e severidade, bem como o tipo de tic variam por razões quase sempre desconhecidas, ainda que possam responder a estresses ou ansiedade, cansaço…

As crianças com síndrome de Tourette são crianças com necessidades especiais. A síndrome de Tourette não costuma implicar cuidados físicos ou precauções nesse sentido na hora de viajar de carro, mas estas crianças sofrem ou podem sofrer, de certa forma, alguns problemas emocionais ou de aprendizagem. No entanto, a medicação às vezes não é necessária, e sim a ajuda psicológica para superar e manejar as dificuldades sociais.  

Temos que pensar que uma criança com necessidades especiais é uma criança normal que precisa de ajuda específica, entre outras coisas, para aprender ao mesmo ritmo dos outros, ou para estar 100% fisicamente. Essas necessidades as perseguem em casa, na rua, no shopping, e claro, no carro, quando nós viajamos com elas. São crianças que podemos apoiar e ajudar para que consigam ser o mais independente possível.

Podemos ajudá-las de muitas maneiras, por exemplo informando os professores para que possam ajudá-los e dar o apoio necessário; ajudar-lhes a desenvolver as relações sociais trabalhando os deboches ou os comentários maldosos de outras crianças, cultivar sua autoestima; animá-los a fazer esportes e realizar atividades fora da sala de aula ou artísticas que possam ajudá-los a baixar a ansiedade.

No carro, em particular, nossos esforços têm de centrar-se em não contribuir a aumentar seu estresse ou provocar ansiedade neles, que viajem em uma postura cômoda e segura, com os cintos bem ajustados. O sistema de retenção deve ser adequado a suas características físicas e ficar cômodo para o caso de sofrerem seus tics durante a viagem. Além disso, uma criança com síndrome de Tourette é uma criança normal no plano físico, tendo em mente que, se sofrem tics severos ou que possam produzir danos, temos de consultar previamente o especialista para que nos aconselhe.

Objetivo Zero
Back to top