Skip to Content

Psoríase em crianças: o que fazer para melhorar sua segurança rodoviária e comodidade?

Psoríase em crianças: o que fazer para melhorar sua segurança rodoviária e comodidade?

25/10/2017

A psoríase é uma doença inflamatória auto-imune de pele originada por um transtorno no sistema imunitário. Causa coceira ou feridas dolorosas com pele mais grossa e vermelhidão com escamas, e ainda que possa aparecer em qualquer parte do corpo, costuma aparecer nos ombros e joelhos, no couro cabeludo, no rosto ou nas palmas das mãos.

As pessoas afetadas por este transtorno, o processo de troca celular ocorre em 4 ou 5 dias, ao invés dos aproximadamente 30 dias como de costume nas pessoas sadias: as células crescem demasiadamente rápido. Costuma-se ocorrer em adultos e às vezes é hereditária, mas também se dá em crianças.

Para viajar com crianças que sofrem de psoríase temos que levar em conta várias coisas: em primeiro lugar, os possíveis fatores que podem piorar a psoríase; em segundo lugar, as rotinas que devemos seguir para tornar a viagem mais agradável.

Entre os fatores que podem fazer aparecer as manchas de psoríase ou que estas piorem, estão o stresse, infecções, a pele seca ou alguns medicamentos. As mudanças climáticas também podem afetar às pessoas com psoríase, sobretudo nas mudanças de estação e na presença de frio.

Por outro lado, o calor excessivo, as queimaduras causadas pelo sol ou algo aparentemente normal como um banho refrescante na piscina pode fazer com que a pele sinta ou acarrete no aparecimento das manchas de psoríase. Isto é algo a ser levado muito em conta especialmente nas viagens, e mais especificamente nas viagens de carro.

Para a maior comodidade da criança temos de ser especialmente cautelosos na hora de controlar a temperatura no interior do veículo. Temperatura e humidade são peças chaves, mas nas viagens longas o sol é também um fator importantíssimo a ser levado em conta, porque independentemente da estação do ano em que viajemos, os raios de sol podem incidir durante muito tempo na pele da criança.

O uso de um protetor solar com um fator de proteção elevado é algo obrigatório (e em general é sempre recomendável, para crianças com ou sem psoríase) para evitar as queimaduras e as consequências que já mencionamos. Além disso, é fundamental manter as crianças hidratadas a todo momento, especialmente enquanto estiverem sentadas em suas cadeiras para carro.

No caso de precisar de medicamentos, a prevenção e o planeamento da viagem é fundamental para assegurar sua correta conservação durante o trajeto e a estadia. Este ponto tem de ser consultado com o especialista antes de sair, e temos que ter um cuidado especial em manter uma temperatura fresca e o mais estável possível, fugindo das zonas mais quentes do carro. Um recipiente térmico portátil com grande fator de isolamento faz-se necessária.

Por último, e não menos importante, é muito conveniente manter as rotinas habituais ainda que estejamos de viagem. Dormir mais ou menos na mesma hora é importantíssimo para não alterar os padrões de sono. Além disso evitar o stresse em qualquer de suas formas, utilizar roupa cómoda ou manter uma higiene apropriada são recomendações muito frequentes para pacientes com psoríase.


Ayúdanos a conseguirlo

Back to top