Skip to Content

Crianças com hidrocefalia, qual é a maneira mais segura de viajar no autocarro?

Crianças com hidrocefalia, qual é a maneira mais segura de viajar no autocarro?

16/08/2016

A hidrocefalia é uma doença que consiste no excesso de fluido cerebrospinal que provoca o inchaço dos ventrículos cerebrais e aumento da pressão intracraniana que pode irreversivelmente danificar o cérebro. O termo deriva das palavras gregas "hydro" (água) e "céfalo" (cabeça).

O fluido cerebrospinal encontra-se em torno do cérebro e da medula espinhal e serve como um amortecedor do primeiro, protegendo-o contra movimentos bruscos e do contacto com o interior do crânio. Quando a hidrocefalia ocorre, acumula-se muito líquido cefalorraquidiano (LCR) por várias razões como, por exemplo, porque bloqueia o fluxo de LCR; não consegue ser adequadamente absorvido no sangue; ou porque o cérebro produz o líquido em alta quantidade.

O aumento da pressão intracraniana implica que o cérebro é empurrado para o topo do crânio e é nesse momento em que ocorrem as lesões. A hidrocefalia geralmente ocorre em crianças pequenas, normalmente por infecções que afectam o sistema nervoso central (meningite, por exemplo, em bebés); lesões de parto; um tumor do sistema nervoso central ou lesão em geral.

CONSELHOS PARA VIAJAR EM AUTOCARRO COM CRIANÇAS COM HIDROCEFALIA

Os cuidados com crianças com hidrocefalia quando viajar de autocarro são diversos. Primeiro, é necessário contar com o conselho do médico especialista para saber o tamanho da doença já que seu tratamento, assim como o prognóstico dependem fortemente da causa, da idade do paciente e de outros fatores. O melhor prognóstico é de que a hidrocefalia que não se originou devido a uma infecção.

Para viajar de autocarro deve seleccionar uma cadeira de criança que maximiza o conforto da criança com hidrocefalia, ou seja, que proporcione espaço suficiente na área da cabeça para evitar dores. No caso de bebés que precisam viajar deitados, tu deves usar um cuco ou berço aprovado.

É conveniente seleccionar assentos infantis virados para trás, que permitem que as crianças viajem por tanto tempo quanto possível nesta posição, que também implica em escolher aqueles assentos que ofereçam um limite de peso maior quando utilizado virado para trás. Por assentos infantis virados para trás, queremos dizer aqueles especificamente fabricados para ser colocados contra o sentido da marcha.  

Quando a criança começar a usar um assento voltado para frente, é aconselhável escolher um modelo que permita ajustar o ângulo do encosto, para que possamos acomodar perfeitamente a criança e evitar possíveis situações em que ela caia no sono e se produza uma inclinação excessiva da cabeça.

Às vezes, terás de considerar o uso de assentos médicos grandes que disponham de maior espaço para a cabeça e que permitam reclinar o encosto ligeiramente, porque, como já dissemos, vai depender da situação específica da criança e da causa e tratamento necessário para a doença. Devemos sempre consultar o médico quando tivermos dúvidas.

Ayúdanos a conseguirlo

Back to top