Skip to Content

Sobrepeso e crianças: dicas para um deslocamento de carro seguro

Sobrepeso y niños: consejos para un desplazamiento seguro en coche

01/03/2021

A obesidade infantil é um dos mais graves problemas de saúde pública do século XXI, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Com efeito, estima-se que, em todo o mundo, mais de 41 milhões de crianças menores de cinco anos estejam acima do peso ou obesas. A OMS define sobrepeso e obesidade como “um acúmulo anormal ou excessivo de gordura que representa um risco para a saúde”. Na hora de andar de carro, pode surgir algumas dúvidas sobre a melhor forma de fazê-lo. O que acontece se uma criança exceder o peso máximo permitido pelo sistema de retenção infantil? Qual é a cadeirinha de auto mais adequada para crianças mais pesadas? Ter hábitos de vida saudáveis, como uma dieta balanceada e a prática de exercícios físicos, são fundamentais para sua prevenção. 

O principal problema que podemos encontrar durante o transporte é a escolha de um sistema de retenção infantil adequado. Pode ser que a criança ultrapasse o peso máximo indicado para a utilização da cadeirinha que corresponderia de acordo com sua altura.  

Em primeiro lugar, devemos ter em mente que o peso e a altura são decisivos na hora de escolher um SRI. Nesse sentido, deve-se ressaltar especialmente que as cadeirinhas homologadas pela R44-04 são divididas de acordo com o peso, enquanto as cadeirinhas homologadas pela R-129 (i-Size) se baseiam na altura. Em todo caso, as cadeirinhas têm um peso máximo. Isso significa que é o peso para o qual aquele SRI foi aprovado. Até o peso máximo o fabricante garante que a cadeirinha protege com todas as garantias. 

Deve-se ter em conta que, uma vez ultrapassado o peso máximo para o qual a cadeirinha foi homologada, a cadeira deixa de ser segura, pois sua homologação está sujeita a uma série de testes realizados sob certos parâmetros (incluindo peso e altura) subscritos pela cadeirinha. Fora desses parâmetros, a segurança dos passageiros está em questão.   

Devemos insistir na importância da utilização de sistemas de retenção infantil sempre que a criança tenha menos de 150 cm de altura (dependendo do país, sua obrigatoriedade pode ser reduzida aos 135 cm, como é o caso da Espanha). Em todo caso, é a partir dos 150 cm (aqui importa a altura e não o peso) que o cinto de segurança ficará devidamente ajustado. Veja aqui como o cinto deve ficar quando chegar esse momento. 

Se a criança não tiver mais de 150 cm de altura, mas tiver excedido o peso máximo (normalmente cerca de 36 kg), a criança deve continuar usando um sistema de retenção infantil. Neste caso, deve utilizar um assento de elevação, de preferência com encosto para uma maior segurança. 

Em outros casos, se a criança estiver acima do peso, mas ainda não tiver chegado a hora de utilizar um assento de elevação com encosto, nossa recomendação é usar um sistema de retenção infantil homologado pela R-129 (i-Size).

Desta forma, o fator determinante para a escolha da cadeirinha não é o peso, mas sim a altura. Estamos falando de cadeirinhas maiores. Na verdade, os próprios bancos do veículo devem ser maiores para que essa cadeirinha possa ser instalada corretamente. Aqui falamos sobre como os veículos foram se adaptando às novas normativas de homologação.

Como saber qual é o peso ou altura máxima do SRI? As cadeirinhas de auto homologadas possuem uma etiqueta (geralmente na lateral), que indica a norma de homologação e o peso e altura máximos pelos quais passaram nos testes. Essas informações também podem ser encontradas no manual do SRI.

No mais, a criança com sobrepeso ou obesidade deve seguir as mesmas recomendações que as outras crianças durante seus deslocamentos:

-Devem viajar em cadeirinhas viradas para trás pelo maior tempo possível e pelo menos até os 4 anos de idade. Neste momento, a musculatura da criança tem mais força; no entanto, como indicamos, é preferível que viaje virada para trás durante o maior tempo possível. 

-Devem ir nos bancos traseiros e de preferência no assento central. Lembramos que se forem no assento dianteiro do passageiro deve ser devido a uma das exceções incluídas na normativa e deve-se desativar o airbag, especialmente se a cadeirinha estiver virada para trás. 

-Deve-se instalar a cadeirinha seguindo as instruções do fabricante (com cinto de segurança, com sistema Isofix, uma combinação de ambos…). Deve-se dedicar todo o tempo que for preciso para instalar a cadeirinha corretamente.  O sistema Isofix evita cometer erros na sua instalação. 

-A criança também deve ir bem presa. Aqui falamos sobre a importância de apertar bem o arnês e como roupas volumosas podem afetar sua segurança. 

Objetivo Zero
Back to top