Skip to Content

Semana Santa, como devemos viajar com um recém-nascido nos diferentes meios de transporte?

Semana Santa, como devemos viajar com um recém-nascido nos diferentes meios de transporte?

07/04/2017

Com relação ao período de férias, como a Semana Santa, e como a cada ano são previstos milhões de viagens pelas estradas espanholas, e um grande número de viagens em outros sistemas de transporte como o avião, comboio ou autocarro. É um bom momento para repassar com detalhes os requisitos, obrigações e precauções que devemos ter na hora de nos deslocarmos em família, com bebés recém-nascidos.

Seja qual for o sistema de transporte que escolhermos, a premissa é muito simples: os bebés recém-nascidos, e em geral as crianças, devem viajar corretamente acomodados em um sistema de retenção infantil adequado para suas características físicas. Existem casos excepcionais, como por exemplo em algumas companhias aéreas europeias, nas quais os bebés até dois anos de idade viajarão no colo de sua mãe tutor utilizando um cinto especial. No restante do6s casos, sempre que seja possível, temos que transportar às crianças e recém-nascidos no assento mais seguro possível.

Viagem de carro com bebés e recém-nascidos

A viagem de carro com recém-nascidos é muito comum em nosso país, e o que devemos procurar além do básico da segurança, que é um bom SRI, orientá-lo com o bebé virado para trás e nos assentos traseiros. É muito importante acostumá-los gradualmente às distâncias, e também mantê-los entretidos e a uma temperatura correta. Se possível, é recomendável que viaje com eles um adulto que possa vigiá-los e entretê-los.

Quanto menores as crianças, maior a frequência com que devemos parar para descansar e nos arejarmos, e no caso do bebé é muito importante que não passe muito tempo em sua cadeira, sem espreguiçar-se e mover-se. A cada uma hora e meia é uma boa frequência para descanso, mas se o bebé chora muito temos que parar e mudá-lo, consolá-lo ou alimentá-lo. O que for necessário.

Recomendamos-lhe o artigo ‘É aconselhável que os bebés durmam na cadeira?’.

Todas as dicas para viajar de forma segura no carro você encontrará em nossa ‘Infográfico:a segurança antes e depois da gravidez’.

Viajar de avião

Como foi dito, na maioria dos casos não é obrigatório que os pais das crianças menores de 2 anos utilizem um SRI específico, mas sim que vão com eles, no colo, com um cinto especial. As crianças maiores de anos, sim, devem utilizar um SRI, como detalhamos no artigo “Nos aviões as crianças também podem (e devem) utilizar sistemas de retenção infantil”. Além disso, devemos procurar que a viagem seja a mais tranquila possível, tanto para as crianças, como para o restante dos passageiros. Devido ao ambiente seco é conveniente beber com frequência para não se desidratar, e o mesmo vale para os bebés. 

Viajar de comboio ou de autocarro

Existe um vácuo normativo com respeito aos autocarros e comboios. Para começar, vejamos o autocarro como o interurbano, não o serviço de autocarro urbano. Nesses casos, as crianças menores de três anos não constam no Regulamento, e, portanto nada obriga às empresas a dispor de sistemas de retenção adequados.

Devemos lembrar uma vez mais que por mais precavido e cuidadoso que seja o pai ou a mãe levando seu filho nos braços, em caso de colisão ou de movimentos muito bruscos por qualquer razão, é possível que não sejam capaz de retê-la entre seus braços, com o consequente risco para a criança de ser ejetada.

E quanto ao comboio, não existem regulamentos a respeito, e eles nem estão dotados de cintos de segurança, por isso não é possível utilizar um sistema de retenção infantil, ainda assim é possível utilizar sistemas de retenção infantil de viagem que disponham de correias de fixação para poder abraçar o encosto do assento.

Você pode encontrar como viajar com crianças maiores no seguinte infográfico:Utilização das cadeiras infantis nos diferentes meios de transporte.

Back to top