Skip to Content

Quais requisitos devem ter um vendedor de cadeiras para carro?

Quais requisitos devem ter um vendedor de cadeiras para carro?

13/11/2017

Ir a uma loja especializada é fundamental se precisamos de aconselhamento profissional na hora de adquirir um sistema de retenção infantil. Quais requisitos devem ter um vendedor que trabalha com este tipo de cadeiras para carro? Listamos a seguir alguns pontos importantes que um vendedor deve ter para oferecer um bom serviço a todas aquelas famílias que querem comprar um SRI.

Tanto faz se é a primeira vez que irá adquirir um sistema de retenção infantil ou não, é muito importante contar com um vendedor especializado em segurança rodoviária infantil, que possa oferecer toda a informação necessária. A seguir, alguns dos requisitos que devem ter um vendedor:

  • Empatia: deve saber colocar-se no lugar do cliente. Escutar suas necessidades, perguntar para que irá utilizar a cadeira, durante quanto tempo, em que tipo de carro, como quer fixar a criança… Deve saber reconhecer suas necessidades e lhe oferecer aquela cadeira que melhor se adapta.
  • Conhecimento do produto: deve conhecer todos os produtos que há no mercado e, sobretudo, o que há na loja. Deve reconhecer qualidades e características de todos eles.
  • Conhecimento da lei: deve conhecer a regra vigente para poder ser capaz de aconselhar o cliente a respeito de, por exemplo, onde deverá colocar a cadeira ou quais as normas de homologação estão vigentes.
  • Atualização e novidades tecnológicas: deve conhecer aquelas últimas novidades que acompanham ou serão incluídas nas cadeiras em um futuro próximo ou que já estão oferecendo. É importante explicar ao cliente como funcionam e como podem contribuir para a maior segurança da criança.
  • Deve ter certo conhecimento de veículos para poder identificar qual cadeira pode ser instalada em determinados automóveis e quais não. Em geral, os fabricantes de cadeiras costumam listar em quais carros podem ser instalados seus sistemas de retenção infantil.
  • Qualidade em primeiro lugar: a mais cara nem sempre é a melhor ou aquilo que precisa o cliente. A todo momento deverá priorizar a qualidade da cadeira.
  • Uma cadeira para cada criança: é importantíssimo saber reconhecer que não há uma cadeira ideal para todas as crianças. Segundo as necessidades de cada pessoa, pode ser aconselhável uma ou outra cadeira. A cadeira para uma criança que deve ir virada para trás não é a mesma para aquela que já pode ir virada para frente sem problemas ou aquela que tem alguma necessidade especial.
  • Comunicação com os clientes: um bom vendedor deve saber escutar e saber transmitir. Deve saber explicar com perfeição aos clientes o funcionamento do SRI, suas características, instalação…
  • Facilitar a prova ou teste do produto: este ponto é mais uma característica do ponto de venda. É importantíssimo oferecer a opção de provar ou testar o produto no veículo. O ideal inclusive seria que o próprio vendedor acompanhasse o cliente para que possa indicar como fazer a instalação de forma correta.
  • Saber indicar ao cliente como é a sua correta instalação: é o ponto que mencionamos anteriormente. Podem surgir muitas dúvidas na hora de instalar uma cadeira, inclusive consultando o manual. O vendedor deve conhecer como é sua instalação e deve ser capaz de aconselhar o cliente com relação a isso.
  • Deve ser capaz de resolver as principais dúvidas das famílias, tanto a nível das regras como do produto. Quando os clientes estiverem olhando e escolhendo os sistemas de retenção infantil poderá surgir muitas dúvidas e o vendedor será sem dúvida um ponto de referência. Daí a necessidade de que ofereça informação e aconselhamento de qualidade. É, sem dúvida, uma das principais diferenças se comparado com aqueles pontos de venda não especializados.


Ayúdanos a conseguirlo

Back to top