Skip to Content

Porque é que a segurança rodoviária deveria ser uma disciplina obrigatória na escola?

DefaultAlt

19/11/2015

Porque aprender bons hábitos de segurança rodoviária numa idade precoce é vital para consciencializar e prevenir acidentes presentes e futuros. Nas escolas espanholas os alunos aprendem conhecimentos nesta matéria como contemplam as reformas da LOE e LOMCE. Abordam-se de forma transversal, ou seja, através de outras disciplinas, ou através de programas como "Prevenção e Educação rodoviária na aula" da Fundação MAPFRE. Este trabalho nas aulas levou a que, desde 2013, os acidentes de trânsito já não sejam a primeira causa externa de morte infantil.

Mas em Espanha deu-se um grande passo para que a Segurança Rodoviária se ensine como disciplina obrigatória: o Parlamento aprovou em maio passado uma proposta não legislativa em que se instava o Governo a incluir a Educação Rodoviária no horário escolar como uma disciplina que conte para avaliação no ensino básico e secundário. O novo governo que for eleito nas próximas eleições será o encarregado de levar a disciplina às aulas.

Todos os partidos políticos concordaram que a Segurança Rodoviária como disciplina obrigatória ajuda a desenvolver atitudes preventivas e a aprofundar a importância de respeitar normas básicas como peões e condutores. A educação rodoviária nas aulas ensina o comportamento correto nas diversas situações de trânsito e incute nas crianças que a responsabilidade na estrada salva vidas. O ensino desta matéria é um fator determinante para combater os valores de sinistralidade.

A nível europeu, a Áustria, Bulgária, Finlândia, França, Eslováquia, Eslovénia, Suécia e o Reino Unido têm programas voluntários. A a educação rodoviária obrigatória nas escolas só foi implantada em sete países: Bélgica, Dinamarca, República Checa, Alemanha, Polónia, Itália, Espanha e Letónia, segundo um estudo da Federação Internacional do Automóvel (FIA). Embora cada país ensine de maneira diferente. Por exemplo, a Itália centra-se nas normas de circulação, no ambiente e na saúde. Na Alemanha ensinam-se as crianças a deslocarem-se de bicicleta com segurança durante dois anos. Na Dinamarca aprendem-se atitudes responsáveis desde a educação infantil, o que contribuiu para que seja um dos países com uma taxa de sinistralidade rodoviária mais reduzida.

Back to top