Skip to Content

Esta é a etiqueta que não pode faltar na cadeirinha de auto se você se estiver viajando pela Europa

Éste es el etiquetado que no puede faltar en tu sillita de coche si te mueves en Europa

20/10/2020

Os sistemas de retenção infantil (SRI) devem contar com uma homologação para serem comercializados. Esta homologação serve para mostrar ao comprador que a cadeirinha em questão passou com sucesso nos testes e padrões de segurança que a tornam ideal para uso. Atualmente, na Europa, existem duas normas de homologação em vigor: R44-04 e R-129 (i-Size). Antes de adquirir um sistema de retenção infantil, devemos nos certificar de que a cadeirinha segue um desses padrões de homologação. Para descobrir essa informação, basta olhar a etiqueta.

As cadeirinhas melhoram ano após ano e os padrões de segurança também. Por este motivo, os sistemas de retenção infantil já foram homologados pelas normas R44/01, 02 e 03 até a norma atualmente em vigor, a R44/04. 

Com o objetivo de melhorar as cadeirinhas disponíveis no mercado e sua segurança, a R44-04 está sendo gradualmente substituída pela R-129 (i-Size), que incorpora novidades como os impactos laterais, a prevalência da altura em vez do peso na hora de escolher a cadeirinha, a obrigação de os bebês irem virados para trás até os 15 meses de idade, entre outras novidades que podem ser consultadas aqui.

A ECE R44/04 está em vigor desde 2005 e a ECE R129, também conhecida como i-Size, desde 2013. Atualmente, tanto a R44-04 quanto a R-129 coexistem e estão em vigor, ou seja, cadeirinhas com ambos os padrões de homologação podem ser adquiridas e utilizadas. Porém, pouco a pouco a R44-04 vai desaparecer. Deve ficar claro que atualmente você não pode comprar nem usar cadeirinhas homologadas pela R44-01, 02 e 03.

A nova normativa R129 (i-Size), que atualmente coexiste com a R44/04, tem como objetivo substituí-la permanentemente. As novidades mais importantes que essa normativa incorpora é a realização de um teste de impacto lateral e a obrigatoriedade de ir virada para atrás até os 15 meses de idade.

A seguir, mostramos um exemplo da etiqueta que os sistemas de retenção infantil homologados devem possuir. Se estiver de acordo com a R44-04 deve ter uma etiqueta semelhante a esta. Aqui também explicamos o significado de cada seção:

etiqueta-de-homologacion-ece-r4404-pt.jpg 

Se a cadeirinha de auto estiver homologada pela R-129, a etiqueta deverá indicá-lo desta forma:

etiqueta-pt.jpg 

Deve-se levar em consideração que uma cadeirinha infantil vinda, por exemplo, dos EUA e que tenha sido homologada de acordo com os regulamentos daquele país, não é legalmente válida em outro país como, por exemplo, na Espanha, onde os regulamentos de homologação exigidos são diferentes. As homologações R44-04 e R-129 são válidas para toda a União Europeia, embora possamos encontrar países, principalmente na América Latina, onde ambas as normas de homologação também são validadas e podem ser utilizadas. Daí a importância de consultar os regulamentos de homologação em vigor em cada país ao adquirir uma cadeirinha num novo país de destino.

Em todo caso, deve ficar claro que, ante a possibilidade de não contar com uma cadeirinha homologada por tal país, sempre será melhor viajar com um SRI homologado, mesmo que seja de outro país. Em outras palavras, uma cadeirinha, em termos gerais, é tão segura em um país quanto em outro. Por este motivo, recomenda-se sempre a utilização de um SRI até ser possível contar com outra cadeirinha homologada de acordo com os requisitos do país para onde se está viajando. Isso sempre será mais seguro do que ficar sem nenhuma proteção.

OUTRAS ETIQUETAS:

Nas cadeirinhas podemos encontrar outras etiquetas que podem mostrar que o SRI em questão foi aprovado, por exemplo, em outros testes independentes como o Plus test. Trata-se de um dos selos de segurança viária infantil mais reconhecidos internacionalmente. Os testes são realizados na Suécia e caracterizam-se por elevados níveis de exigência em tudo o que se refere à segurança dos mais pequenos. As cadeirinhas que permitem que as crianças viajem viradas para trás por mais tempo geralmente contam com este selo de homologação.

Plus test 

Também podemos encontrar uma etiqueta como um lembrete da importância de desativar o airbag do passageiro se colocarmos uma cadeirinha virada para trás no assento dianteiro (somente se a cadeirinha for na direção contrária à da marcha). Exemplo:

Etiqueta airbag

Objetivo Zero
Back to top