Skip to Content

Engasgo na cadeirinha, como reagir?

Atragantamiento cuando el niño va en la sillita, ¿cómo reaccionar?

23/08/2021

Batatas, pipocas, balas, doces duros, chicletes, frutos secos, uvas... São alimentos duros e pequenos que podem provocar asfixia, especialmente quando falamos de crianças. O ideal é evitar que a criança ingira alimentos durante a viagem, pois isso pode comprometer sua segurança, especialmente se a criança estiver sozinha na parte de trás do veículo, uma vez que será impossível controlá-la. 

Você sabia que a salsicha é um dos alimentos que mais facilmente podem obstruir as vias aéreas? Isso se deve à sua forma cilíndrica e ao seu tamanho. Além da salsicha, existem outros alimentos, como os que indicamos acima, que podem causar asfixia. Mas não devemos prestar atenção somente neste tipo de alimentos. Segundo a revista Pediatrics, o leite também está muito presente nos episódios de engasgo em crianças menores de 1 ano. Portanto, também deve-se prestar especial atenção aos bebês em viagens, evitando alimentá-los sem a supervisão de um adulto e se não estiverem nas melhores condições. A isso também devemos acrescentar pequenos objetos como bolinhas de gude, por exemplo. As crianças tendem a colocar tudo na boca e, assim como certos alimentos, podem causar uma obstrução. 

Em todo caso, recomenda-se evitar que a criança coma enquanto estiver no sistema de retenção infantil e, caso o faça, deve se alimentar somente sob a supervisão de um adulto. 

O QUE FAZER SE A CRIANÇA ENGASGAR NO VEÍCULO?

É importante não ficar nervoso e parar o veículo em uma área segura. Olhar para trás constantemente pode causar um acidente de trânsito e, portanto, é melhor parar o veículo para poder atender o menor. 

Uma obstrução ocorre quando um corpo estranho entra nas vias aéreas. A tosse é o mecanismo natural de defesa para expulsar esses corpos estranhos. O jeito correto de agir dependerá da idade da criança e se ela está consciente ou não. Se você não sabe como reagir, peça ajuda imediatamente. É importante que o menor receba ajuda o mais rápido possível. 

Esses vídeos da Fundación Española del Corazón explicam como realizar essa manobra em lactantes e em crianças maiores de 1 ano.

E é importante que todos os corpos estranhos sejam removidos para que não causem complicações: pneumonia, tosse persistente, asma e falta de ar. Se o menor estiver consciente, a criança deve ser incentivada a tossir para que possa expulsar o corpo estranho. Somente se for facilmente removível e visível, pode-se tentar extrair o objeto com o dedo indicador como se fosse um gancho.

Se o corpo estranho não conseguir ser expelido com a tosse e a criança passar a ter um aspecto ruim e um tom azulado (cianose) por falta de ar, devem ser realizadas as manobras de desobstrução ou de Heimlich, que consiste em abraçar a criança por trás, passando os braços sob as axilas e fazendo 5 compressões bruscas com as duas mãos na boca do estômago. Além disso, se a criança não estiver respirando, a ressuscitação boca a boca deve ser realizada entre os ciclos da manobra de Heimlich.

Se estivermos falando de crianças menores de um ano, devem ser colocada de bruços, com a cabeça inclinada e dar 5 palmadas entre as duas escápulas. Em seguida, deve-se virar a criança e fazer 5 compressões torácicas com dois dedos no esterno. Da mesma forma, se a criança não estiver respirando, deve-se realizar a respiração boca a boca. 

Durante todas essas manobras, é recomendável ligar para a emergência (112 na Europa, 911 nos Estados Unidos e 193 no Brasil) para que o menor receba o atendimento médico adequado. 

Desde a Fundación MAPFRE realizamos a ação ‘S.O.S Respira’  por meio da qual queremos conscientizar sobre os riscos dos engasgos e como agir corretamente pode salvar vidas. Com o programa ‘Aprendendo Juntos a Salvar Vidas’ visamos fazer com que, desde a infância, todos saibamos como agir ante um engasgo.

Além de uma intensa campanha de conscientização e divulgação, foi criado um aplicativo gratuito, S.O.S. Respira, que explica em detalhes e por meio de vídeo-tutoriais ministrados por profissionais, as medidas para evitar uma asfixia e também as manobras necessárias para uma ação imediata. O aplicativo aborda todos os casos de obstrução das vias aéreas, mesmo os mais graves, e manobras específicas para ajudar bebês, gestantes ou pessoas com sobrepeso.

Baixe o aplicativo no Android

Baixe o aplicativo no iOS

Objetivo Zero
Back to top