Skip to Content

Como escolher um carro segundo as normas Euro NCAP

DefaultAlt

03/12/2015

Se pensamos adquirir um veículo brevemente devemos ter em conta um aspeto muito importante como é o seu nível de segurança. Deixando de lado a segurança subjetiva que nos pode dar por aparência ou altura, devemos centrar-nos na pontuação que o carro oferece perante provas certificadas por organismos oficiais.

Na Europa, as normas encarregadas de analisar e avaliar o nível de segurança de muitos dos carros que saem para o mercado é a Euro NCAP, um organismo independente formado por várias entidades europeias com reputação internacional.

Anualmente o Euro NCAP faz uma seleção dos novos modelos mais populares e representativos do mercado para submetê-los às provas de impacto em instalações destinadas especificamente para esta missão.

Dentro dos ensaios em que se simulam acidentes reais sob especificações de laboratório estudam-se quatro grandes pontos: proteção para adultos (condutor e passageiro), proteção infantil, proteção para peões e, por último, as tecnologias de prevenção de acidentes.

No ponto de proteção contra passageiros infantis reúnem-se três fatores:

Por um lado analisa-se o grau de proteção dos elementos de fixação contra colisões frontais e laterais. O Euro NCAP centra-se sobre os encaixes dos assentos e o seu comportamento em caso de choque, submetendo aos dummies (que simulam ser menores entre um e três anos) no assento traseiro sobre os SRI recomendados pelo fabricante, estudando três zonas críticas: o movimento da cabeça, a força que o pescoço tem que suportar e a aceleração ou desaceleração que o tórax sofre.

A pontuação avaliará que os medidores destas três zonas fundamentais oferecem números baixos, que o manequim não se descoloca do seu lugar e que não sofre golpes contra o interior do carro. Se tudo correr bem, o resultado é que as fixações são as corretas.

Em segundo lugar estuda-se como o veículo é capaz de alojar diversos desenhos e tamanhos de cadeira, ou seja, como estão dispostos os encaixes ISOFIX dentro do habitáculo, o sistema de encaixe mais seguro, e se se tem em conta as normas i-Size.;

E, por último, avalia-se como é seguro o transporte dos menores dentro do carro em relação à colocação dos SRI. Um ponto fundamental para que as cadeiras ofereçam o seu nível de proteção máximo, é que se utilizem de forma correta e é muito importante que, no momento do seu desenho, os carros tenham em conta, pelo menos, os SRI mais conhecidos para facilitar a sua instalação.

Considerações fundamentais como o comprimento do cinto de segurança, a posição da fivela ou a facilidade para aceder aos encaixes ISOFIX e a sua estabilidade, assim como a colocação em sentido contrário à marcha, é o centro das atenções do Euro NCAP para oferecer a avaliação.

Com os valores obtidos após as provas de colisão simulada, pontua-se e oferece-se um valor em percentagem que nos indica o grau de proteção para as crianças que viajam dentro e que nos pode ajudar na hora de escolher entre os diferentes veículos que estivermos a pensar comprar.

Para avaliar como cada veículo é seguro e torná-lo entendível para todos os utilizadores estabelece-se uma escala de estrelas que vai de um a cinco para a avaliação global, mas as provas de cada ponto são dadas em percentagem.

Caso as nossas opções não nos permitam comprar um carro novo, podemos consultar na página web do Euro NCAP modelos de anos anteriores.

Back to top