Skip to Content

Primeira vez usando o transporte público para ir à escola? Não perca essas dicas!

¿Primer viaje en transporte público para ir al colegio? ¡No te pierdas estos consejos!

17/09/2019

Começamos um novo ano letivo e, para milhares de crianças, essa será sua primeira experiência na escola. Para muitos outros, a necessidade de usar o transporte público para ir à escola será algo novo e estes terão que se adaptar rapidamente.

Embora não seja o principal meio de transporte para ir à escola, é sempre interessante saber a que devemos nos ater ao andar de ônibus com crianças. Pode ser que normalmente nos desloquemos em nosso carro particular, mas, um dia, por qualquer motivo, talvez seja necessário pegar o ônibus. A primeira coisa que precisamos saber é que não estamos falando de transporte escolar: trata-se do ônibus urbano de sempre ou de um ônibus interurbano.

No caso de um ônibus urbano, tudo dependerá se levamos um carrinho ou não. Em caso afirmativo, existe uma parte no centro do veículo reservada para estacionar o carrinho e podemos prendê-lo com cintos especiais, para que ele não se mova durante o trajeto.

Ao usar o ônibus urbano, e se a criança não usar uma cadeirinha e ter que ir em pé, devemos garantir que a criança se sente adequadamente e não se levante durante a viagem, para evitar quedas ou batidas. É desaconselhável viajar em pé, no chão, devido à possibilidade de uma frenagem inesperada e a criança cair no chão.

Se nos referirmos ao interurbano, na Espanha, contamos com o Regulamento Geral de Trânsito que indica que nesses veículos (e, em geral, em todos os veículos destinados ao transporte de passageiros com mais de 9 assentos) é obrigatória a utilização de sistemas de retenção homologados para crianças com mais de três anos de idade, sejam assentos equipados com cintos de segurança ou com outros sistemas de retenção homologados.

O problema do cinto de segurança do ônibus é que ele é dois pontos, sem a faixa diagonal. Este tipo de cinto não possui as mesmas características de proteção que o cinto de três pontos, muito menos a mesma capacidade de retenção que os arneses de cinco pontos das cadeirinhas infantis.

É por isso que o ideal seria usar uma cadeirinha infantil neste tipo de transporte. É possível fazê-lo desde que a cadeirinha possa ser devidamente presa ao assento do ônibus e não impeça a livre circulação de outros passageiros. Ou seja, ela deve se encaixar entre as fileiras de assentos, não pode invadir o espaço do assento adjacente e devemos ser capazes de prender a cadeira com o cinto de segurança para que não tombe ou se mova sem controle.

Existem arneses de segurança homologados especificamente para assentos de ônibus, que são menos volumosos e são presos com várias faixas e correias ao assento.

Objetivo Zero
Back to top