Skip to Content

Dicas para escolher um carro familiar com crianças

Consejos a la hora de elegir un coche familiar con niños

14/10/2020

Escolher um sistema de retenção infantil pode não ser uma tarefa fácil: qual homologação escolher, virada para trás ou para a frente, com Isofix ou com cinto, que grupo ou até que altura... Aqui te oferecemos algumas recomendações para escolher o sistema de retenção infantil mais adequado. Quando falamos em veículo familiar, a situação não melhora muito. Existem muitas opções e fatores que entram em jogo: preço, tecnologia, segurança, tamanho... Aqui estão alguns pontos a serem considerados. 

-Um dos fatores mais importantes a serem levados em conta na hora de comprar um veículo familiar é o tamanho. Se temos três filhos, é importante certificar-se de que as cadeirinhas caibam nos bancos traseiros. Para evitar complicações, é aconselhável optar por um veículo com três bancos traseiros claramente diferenciados. Em geral, o assento central é menor, mas este não é o caso de certas minivans ou veículos projetados para famílias. As três cadeirinhas devem caber nos bancos traseiros, mas é importante que a pressão entre elas não altere a sua situação, ou seja, que elas não se batam entre si. 

-Com sistema Isofix. Todos os veículos novos possuem esse sistema. Ele facilita a tarefa na hora de instalar um sistema de retenção infantil e evita cometer erros em sua instalação. É importante lembrar que a cadeirinha em questão também deve contar com esse sistema. Atualmente, os veículos que têm três assentos grandes na parte traseira também costumam ter o sistema Isofix instalado em todos os três assentos. Isso se aplica principalmente aos veículos novos. Se for um veículo de segunda mão, ou seja, usado, você deve verificar se há ou não esse sistema instalado.

-Se o veículo for usado, além do mencionado anteriormente, deve-se verificar o bom estado do cinto de segurança. O cinto deve ser acessível e longo o suficiente para instalar corretamente uma cadeirinha.

-Compatibilidade da cadeirinha com o veículo. Para isso, devem ser consultadas as indicações de ambos os fabricantes.

-Assentos i-Size . São assentos maiores. As cadeirinhas i-Size costumam ser maiores do que o normal, portanto, devem ser compatíveis. Além disso, o piso é reforçado para permitir a instalação de um Pé de Apoio com segurança. Aqui abordamos como os veículos se adaptaram às cadeirinhas i-Size.

-O espaço entre o banco dianteiro e a cadeirinha. Este é um fator fundamental, especialmente quando falamos de cadeirinhas viradas para trás, que tendem a ser maiores. Os bancos do motorista e do passageiro devem ser posicionados para frente para que a cadeirinha não fique aprisionada. O ideal é que haja um pequeno espaço entre o banco dianteiro e a cadeirinha, mas tudo dependerá das instruções do fabricante. É fundamental que o banco dianteiro não mude a posição do sistema de retenção infantil devido aos movimentos causados pela pressão exercida. Deve-se verificar que o motorista e passageiro entrem perfeitamente no carro e fiquem confortáveis com a cadeirinha corretamente instalada. É importante verificar isso especialmente com pessoas altas. 

-Principais sistemas de segurança como airbags, Controle Eletrônico de Estabilidade (ESP) ABS e outros sistemas inteligentes de assistência à condução (ADAS). Essas tecnologias salvam vidas. Por isso, a Fundación MAPFRE, em colaboração com a Fundación CEA, criou o site de sistemas ADAS, uma ferramenta fundamental para todas as pessoas que, ao adquirir ou alugar um veículo, prezam principalmente pelos elementos que dão mais segurança à sua condução.

-As crianças devem viajar nos bancos traseiros salvo em três exceções previstas por lei. Caso você se encontre em uma dessas exceções, é importante se certificar de que o airbag do passageiro possa ser desativado. Lembramos que é obrigatório desativá-lo quando uma criança estiver viajando no banco do copiloto em uma cadeirinha virada para trás. Aqui abordamos essa questão. 

-Outro ponto fundamental é a facilidade de acesso. Por este motivo, devem ser preconizados os veículos com cinco portas, para que possamos ter acesso fácil aos bancos traseiros e instalar corretamente a cadeirinha, bem como prender bem a criança ao SRI. Também é importante que a criança possa entrar no carro facilmente e até mesmo se sentar sozinha na cadeirinha. Aqui falamos sobre crianças mais velhas. 

-O veículo também deve contar com uma trava de segurança integrada nas portas traseiras e com a possibilidade de desativação da abertura automática das janelas. Desta forma, evitamos que as crianças possam abri-las.

-Outro ponto é o porta-malas. Este deve ser espaçoso o suficiente para guardar tudo que for necessário para as crianças. Deve-se levar em consideração que, no caso de bebês ou crianças pequenas, o carrinho deverá caber no porta-malas. 

-Também é importante que o veículo conte com compartimentos para guardar adequadamente os objetos que as crianças possam precisar, como água ou brinquedos. Lembramos que durante os deslocamentos é importante que todos os objetos estejam bem guardados e não fiquem soltos dentro da cabine. 

Por fim, neste infográfico, oferecemos dicas para viagens em família numerosa. 

Objetivo Zero
Back to top