Skip to Content

Conselhos para a primeira viagem com um recém-nascido na Semana Santa

Conselhos para a primeira viagem com um recém-nascido na Semana Santa

16/03/2016

Com a Semana Santa ao virar da esquina, muitas famílias planeiam viajar à terra de origem ou escapadelas para desfrutar do lazer, o bom tempo, o mar ou a montanha. Quando um recém-nascido entra nas nossas vidas, podemos ter dúvidas ao planear a deslocação, seja de carro, avião ou qualquer outro meio de transporte. Estes conselhos serão úteis na hora de preparar uma viagem de carro com recém-nascidos.

A viagem de carro com um recém-nascido, o que ter em conta?

As viagens de carro são as mais frequentes nestas datas e muitas famílias têm dúvidas na hora de planeá-las, a sua duração ou o que levar para que o bebé esteja entretido e não lhe falte de nada. Devemos ter em conta que podemos deslocar-nos com a criança desde uma idade muito precoce sempre que a adaptemos à distância de maneira progressiva, parando com frequência e permitindo-lhe explorar e manter-se relaxada.

O bebé deve viajar num sistema de retenção infantil adequado às suas características físicas, corretamente apertado e nos assentos traseiros do carro e, se possível, acompanhado por um adulto para entreter-se, brincar ou apenas para assegurar de que tudo corre bem quando viajam em contramarcha. Esta orientação é a mais recomendada enquanto se possa fazer comodamente, inclusivamente até aos dois ou três anos de idade. Recomendamos a infografia: "Tipos de cadeiras de carros para crianças".

Devemos planear a rota de forma que possamos parar com frequência, normalmente a cada hora e meia ou duas horas no máximo, mas se o bebé for muito pequeno ou se mostrar incómodo e inconsolável durante a viagem, devemos parar e atendê-lo. Cada vez que pararmos num sítio adequado para poder fazê-lo, devemos tirar o bebé da cadeira e deixar que se mova com liberdade. Se for muito pequeno ou recém-nascido damos-lhe atenção e podemos aproveitar para alimentá-lo e limpá-lo. O importante é que possam espreguiçar-se e apanhar ar, distrair-se um pouco e manter a sua rotina de limpeza e alimentação.

Manter uma boa temperatura no habitáculo é muito importante para o bebé. O ideal é que não faça muito frio ou calor e que a criança viaje cómoda nesse sentido. O ar condicionado pode ser utilizado, mas com precaução porque a saída do ar não deve incidir no pequeno; é conveniente instalar cortinas nas janelas para protegê-lo e o bebé não deve ir agasalhado em excesso. Embora no exterior faça frio, na cadeira não deve viajar com o casaco posto.

Claro, nunca deve deixar-se o bebé sozinho dentro do carro (vídeo) e, se viajar a dormir, temos de verificar constantemente se tem muito calor (se sua, por exemplo) ou se tem as mãos frias, sintomas de que temos de corrigir a temperatura ou parar para descansar e arejar ou desagasalhar-nos.

Levaremos a bagagem necessária para a comodidade do bebé

Uma das dúvidas mais frequentes é o que levar como bagagem para o bebé. Podemos otimizar isto com facilidade, mas existe uma série de produtos e complementos que não devemos esquecer para assegurar que o recém-nascido disponha de tudo o que é necessário para satisfazer as suas necessidades durante a viagem:

  • Fraldas de sobra, um trocador, toalhitas e, em geral, tudo o que é necessário para a mudança do bebé e para a sua limpeza.
  • Uma muda completa (à mão, não nos referimos ao conteúdo da mala), e uma peça de abrigo para o caso de arrefecer. Isto faz sentido na primavera e no verão, porque no outono e no inverno é mais do que evidente.
  • Água engarrafada, utensílios para a comida e o necessário para prepará-la em qualquer lugar.
  • Brinquedos adequados para a viagem: moles, leves e sem arestas como, por exemplo, livros de tela com texturas, guizos e bonecos de pano… Também podemos levar um repertório suficiente de músicas para bebés, para entreter-se.

Esta Semana Santa, "Objetivo Zero Acidentes"

Não esqueça estes conselhos para tornar a sua viagem de Semana Santa a viagem mais segura:

  1. Respeite as normas de circulação, especialmente o limite de velocidade e utilize os cintos.
  2. As crianças, sempre com o sistema de retenção infantil corretamente instalado, e com os arneses bem apertados.
  3. Respeite os ciclistas e motoristas, e respeite a distância mínima de 1,5 metros ao ultrapassá-los.
  4. Evite as distrações, não utilize o Smartphone enquanto conduz e programe o GPS antes de sair. Pode descarregar a app DRIVEMESAFE no Google Play.
  5. Descanse com frequência, no máximo a cada duas horas ou 200 km. Se viajar com bebés ou recém-nascidos, pare as vezes que eles precisarem.
  6. Faça uma revisão ao carro para assegurar-se que está em perfeito estado numa oficina especializada. Não esqueça de verificar o pneu sobresselente ou o kit de reparação de furos.
  7. Mantenha a distância de segurança. 
  8. Não leve excesso de bagagem e coloque-a de maneira adequada. Em "Segurança Rodoviária para Idosos" dão-nos conselhos para colocar a bagagem em viagens longas.
  9. Ao volante, zero álcool e drogas.

Objetivo Cero Accidentes: Ayúdanos a Conseguirlo

Back to top