Skip to Content

Neve: Conselhos para a prevenção no transporte com crianças

Neve: Conselhos para a prevenção no transporte com crianças

08/03/2016

Desfrutar da neve em família é uma grande experiência para todos, e sobretudo para os mais pequenos, que são os que mais vão divertir-se com ela. Para poderem desfrutar plenamente temos de ter em conta uma série de conselhos na hora de transportar as crianças, não só de carro para o destino de lazer, mas também no momento de sair do veículo, o transporte no carrinho, assim como a roupa e precauções básicas a seguir na neve.

Transportar as crianças quando neva

Nas deslocações de carro em que encontramos neve devemos seguir precauções básicas. Para começar, todos os ocupantes têm de estar corretamente sentados e com os cintos ou arneses bem apertados, e as crianças deverão ocupar um sistema de retenção infantil adequado às suas características físicas.

Estes SRI devem ser apertados corretamente e não apresentar folgas. As faixas devem ficar bem fixas ao corpo da criança e, portanto, não se recomenda que levem casaco vestido.

É muito recomendável levar bem climatizado o interior para que os ocupantes não sufoquem com o calor, e também no inverno é importante que os mais pequenos estejam bem hidratados.

Na hora de conduzir devemos multiplicar a nossa precaução devido às características resvaladiças da neve, aumentando a distância de segurança e reduzindo a velocidade segundo as condições em que nos encontremos. O artigo "Conselhos para conduzir de forma segura no inverno: gelo e neve", da "Segurança Rodoviária para Jovens" oferece-nos estes conselhos:

  • A visibilidade é fundamental, pelo que os vidros devem estar bem limpos e desembaciados, incluindo os espelhos retrovisores.
  • A prudência e a antecipação são essenciais para conduzir com neve em segurança, manuseando o volante e os pedais com delicadeza para evitar a perda de aderência. As manobras têm de ser muito suaves e comedidas.
  • A melhor maneira de circular sobre neve é utilizando a menor quantidade de potência possível do carro: velocidades longas, baixas revoluções e pouca pressão sobre os pedais.
  • Para travar, primeiro usamos o travão do motor e, se tivermos de pisar o travão, deverá ser muito suavemente.
  • Não se esqueça das correntes, aprenda a usá-las e, se tiver pneus de inverno, lembre-se que substituem as correntes.

Como vestir as crianças e bebés em condições de muito frio e neve

Levar o bebé protegido é fundamental. Os mais pequenos só deveriam sair para o exterior quando faz muito frio se for absolutamente necessário. Para prevenir que possam sobreaquecer, devemos vesti-los com mais uma ou duas camadas de roupa do que os adultos.

O essencial é conseguir reter a maior quantidade de calor corporal possível, enquanto deixamos que saia o vapor, ou seja, necessitamos de vesti-los por camadas e que estas transpirem. Além disso, quanto mais leves forem as camadas, cumprindo com as suas funções de conservação do calor, melhor para os movimentos das crianças.

Temos sempre de assegurar-nos que os dedos das mãos e dos pés, as orelhas, o nariz e o queixo estão cobertos, mas que ainda assim o bebé pode respirar com facilidade.

Para crianças mais velhas, o ideal é vesti-las por camadas, de maneira que possam manter-se quentes sem problemas. Para temperaturas baixas e quando há neve no exterior, recomendam-se três camadas principais, por exemplo:

  • Primeira camada: roupa interior térmica, meias de lã.
  • Segunda camada: pescoço de cisne, uma camisola ou um colete, além de calças de fato de treino ou calças de esqui.
  • Terceira camada: casaco resistente à água, gorro, luvas e botas de água com superfícies de agarre. Um cachecol pode ficar encurralado nos objetos, o que representa um perigo de estrangulamento, por isso uma camisola de gola seria a melhor solução.

Proteger a pele das crianças é fundamental

Os invernos frios podem ressecar a pele dos bebés e das crianças e essa pele seca pode trazer outros problemas consigo. Para evitar os efeitos prejudiciais do frio na pele da criança devemos aplicar um creme hidratante com generosidade nas zonas mais expostas e, de facto, existem cremes especiais protetores contra o frio que foram pensados exclusivamente para tratar estes problemas.

Sempre que procurarmos um produto destas características, o melhor é comprar sem perfume porque são os que menos probabilidades têm de irritar a pele. Se vestirmos a criança com demasiada roupa, demasiadas camadas ou com roupa muito pesada, o mais provável é suar e esse suor pode irritar zonas ocultas da pele. Pelo contrário, vestir pouco as crianças potencia os efeitos desidratantes do frio na pele.

Devemos ter em conta que, na neve, a exposição aos raios do sol é maior do que o normal, e é necessário aplicar um bom protetor solar na pele das crianças e bebés. Se formos passar o dia na neve, deverão levar óculos de sol adequados à sua vista e idade.

727x103-boton-ayudanosaconseguirlo_tcm725-173089.png

Back to top