Skip to Content

Como um recém-nascido deve viajar nos diferentes meios de transporte?

¿Cómo debe viajar un recién nacido en diferentes medios de transporte?

01/08/2018

No verão viajamos mais, saímos de carro de nossas casas ou até mesmo de nossas cidades com maior frequência. Seja qual for o meio de transporte, a segurança dos recém-nascidos em nossas viagens é de vital importância.  Começaremos pelo meio de transporte mais comum, o carro.

As cadeirinhas para carro são, provavelmente, a medida de segurança mais importante para as crianças. Tem de estar homologada segundo as leis em vigor (ECE R44/04 e R-129, ou i-Size) e ser específica para recém-nascidos e bebês pequenos, já que previnem até 90% as lesões graves ou mortais que poderiam ser produzidas em caso de acidente de trânsito. 

O sistema isofix evita erros em sua instalação, por isso é o mais recomendável.  À medida que a criança cresce devemos dispor de um sistema de retenção infantil apropriado ao seu peso e altura. E por lei devem viajar virados para trás até os 15 meses, ainda que o mais recomendável seja prolongar esse tempo o máximo possível, inclusive até os 4 anos. 

Recomenda-se uma posição intermediária entre a horizontal e a vertical para uma maior comodidade. Como sabemos, além disso, devem viajar sempre nos assentos traseiros, exceto se o veículo não contar com eles, ou os assentos traseiros já estiverem ocupados por outras crianças em suas cadeirinhas, ou no caso de não ser possível colocar as cadeirinhas.

Se viajamos de trem ou de ônibus vamos encontrar  uma brecha na lei para crianças menores de três anos. Não é especificado nada a respeito das viagens com recém-nascidos nestes meios de transporte, já que não está no Regulamento e nada obriga às empresas a disporem de SRI adequados. Mas, podemos utilizar sistemas de retenção dobráveis e portáteis que, estando homologados, possam ser fixados mediante cintos de três pontos, no caso do ônibus contar com eles.

No caso específico do trem, não é possível utilizar um sistema de retenção infantil pois esses meios de transporte não possuem cintos de segurança nos assentos. Mas é possível utilizar um sistema de retenção portátil, de viagem, se possuírem correias de fixação que permitam sua fixação no assento.

Para viagens de avião, na maioria dos casos não é obrigatório o uso de um SRI específico para as crianças menores de dois anos, mas devemos leva-los no colo, com um cinto especial que os envolva. O mais recomendável é tentar fazer com que possam viajar em um sistema de retenção infantil. Tudo vai depender da política da companhia aérea.

Consulte este infográfico com conselhos sobre como devem viajar as crianças nos diferentes meios de transporte.

Conselhos gerais para as viagens de verão com recém-nascidos

As viagens em verão são bem quentes, e os recém-nascidos são muito sensíveis à temperatura. Por tanto, na medida do possível devemos planejar os trajetos e descansos, de maneira que não passemos muito tempo dentro do carro, ônibus ou trem, ou no avião (ainda que seja mais complicado nesse último caso). 

Com um bebê a bordo convém parar a cada 90 minutos ou a cada duas horas, tirar ele da cadeirinha e deixar que se estique, se mova e mude de posição. Aproveitaremos também para trocar a fralda ou mudar a roupa, para alimenta-lo e hidrata-lo. É muito recomendável não alimentar o bebê enquanto estamos andando no carro pelo inconveniente da postura.

Por outro lado, a temperatura no veículo deve ser a adequada: nem frio, nem calor. Se viajamos em um transporte coletivo é possível que não dê para regular de acordo com o nosso gosto a temperatura, por isso devemos estar preparados para que o bebê receba diretamente uma corrente do ar condicionado.

É muito fácil que um bebê recém-nascido sofra um choque de calor, por isso devemos ter precaução especial e cuidado para que ele não fique dentro do carro ou ônibus sem supervisão (recomendamos para você estes dez conselhos para evitar os choques de calor nas crianças). Levaremos em uma bolsa tudo o que for necessário para o conforto do bebê, sobretudo uma muda de roupa, lenços umedecidos, bem como fraldas, cremes e algum brinquedo apropriado para a viagem. 

Objetivo Zero
Back to top