Skip to Content

Cinto de segurança e SRI, seguros de vida

Cinturón de seguridad y SRI, seguros de vida

17/03/2015

Parece que não do tudo. Em Espanha, 12 em cada 100 pessoas que circulam em veículos ligeiros não usam cinto de segurança. O mesmo sucede com os sistemas de retenção infantil.

Em 2013, 4 dos 20 menores de 12 anos falecidos que viajavam em turismo ou furgoneta não levava nenhum dispositivo de segurança no momento do acidente, nem 14 dos 88 feridos graves, nem 197 dos 2.741 feridos leves Cifras preocupantes que a Direcção Geral de Tráfico (DGT) tenta rebajar durante o mês de março com uma ambiciosa campanha de concienciación e vigilância do uso do cinto de segurança e os SRI.

Para chegar a todos aqueles que ainda não lho põem, agentes do Agrupamento de Tráfico da Policia civil e polícias autonómicas e locais intensificarão os controles em vias urbanas e interurbanas para comprovar o uso correto dos sistemas de retenção por parte de todos os ocupantes dos veículos.

O cinto complementa a eficácia do airbag (um dispositivo que por si só não é eficaz), pois evita que choquemos contra o parabrisas e nos protege de sair despedidos do habitáculo. Ademais, reduz à metade determinadas lesões e até em 5 vezes a possibilidade de resultar ferido grave ou morrido em acidente em capacete urbano. -

Do mesmo modo, as sillitas dos meninos são seu salvavidas mas além de levar o adequado sistema de retenção infantil (SRI) conforme às características do menino (peso e altura) convém que o leve de maneira correta. Por isso, além de controlar seu uso, com esta campanha a DGT também quer recordar aos adultos responsáveis a forma correta de levar aos menores em seus veículos:

  • Nunca em braços, por pequenos que sejam. A velocidade máxima à que um adulto é capaz de impedir que um menino saia lançado para diante é de só 5 km/h.
  • Sempre em seu Sistema de Retenção Infantil. Os meninos não devem ir soltos nem compartilhando cinto com um adulto porque poderia resultar aplastados.
  • O menino deve ocupar os assentos traseros do carro. Se excepcionalmente ocupa o assento do copiloto, deve ir com um dispositivo homologado a tal efeito.
  • Se leva-se um menino no assento do copiloto com a cadeira olhando para atrás É IMPRESCINDÍVEL DESLIGAR O AIRBAG DO ACOMPANHANTE.
  • Os menores de 12 anos cuja estatura não atinja 135 cm, deverão utilizar obrigatoriamente um SRI homologado adequado a sua talha e peso.
  • Os menores de 12 anos que superem os 135 cm de altura poderão utilizar -o cinto de segurança de adultos sempre que seu ajuste seja correto. Uma colocação correta significa que a banda superior passa sobre o esternón e a clavícula, com a banda inferior plana sobre os ossos da pelvis. Se não se consegue dito ajuste, então para que o cinto ajuste com a maior segurança é necessário utilizar um assento elevador: não há limite de idade para deixar de utilizar o elevador sempre que seja necessário.

Desde FUNDAÇÃO MAPFRE queremos realçar a responsabilidade dos adultos na segurança dos menores, com o propósito de chegar ao único objectivo possível: 0 meninos falecidos ou feridos graves em acidente de tráfico por não levar ou ir correctamente sentado numa sillita homologada, adequada a seu peso e altura.

Back to top