Skip to Content

Os acidentes de trânsito são a causa número 1 de morte nos adolescentes entre 15 e 17 anos

DefaultAlt

16/11/2015

No mundo os acidentes de trânsito são a primeira causa de mortalidade para os adolescentes de entre os 15 e os 17 anos. Nestas idades os miúdos têm maior independência dos pais, deslocam-se mais, utilizam a bicicleta para se moverem e inclusivamente convertem-se em condutores, ao usarem ciclomotores e motocicletas de pouca cilindrada.

O mais importante para evitar estas tragédias é a educação rodoviária. Esta deve começar desde que são pequenos, e é a família o ponto de partida fundamental para isso. Desde crianças é preciso inculcar, de maneira natural, diariamente e com o exemplo, a precaução, o respeito pelas normas, pelos semáforos e pelas passadeiras.

É preciso ensinar os jovens que o uso do capacete não é opcional quando se circula de moto, é imprescindível, a todo o momento e em todas as partes, pois salva vidas. Não importa que estejamos numa pequena aldeia, que seja verão e faça calor, ou que os miúdos estejam com os amigos e queiram estar bonitos e não se despentear: é preciso usar o capacete sempre.

É importante assegurar-se de que os adolescentes condutores são precavidos, não correm mais do devido, olhem bem antes de realizar qualquer manobra e a sinalizem. Nestas idades não costuma funcionar bem a imposição de tal ou qual norma, é melhor que os pais expliquem aos filhos por que é necessário fazê-lo dessa maneira e que eles próprios assimilem.

Os adolescentes começam a ter contacto com o álcool, e às vezes também com outras drogas, em ocasiões conseguindo esquivar as proibições de consumo. É importante que os pais vigiem se os filhos consomem este tipo de substâncias. Novamente com uma atitude paciente e construtiva, é importante que os pais expliquem os perigos destas substâncias aos miúdos, mas sobretudo que enfatizem que é incompatível conduzir com o seu consumo.

Para quando voltarem para casa de noite, é importante que tenham o cuidado de o fazer por zonas bem iluminadas, e se não for possível, que se façam ver: que levem alguma luz ou alguma peça refletora. Ocorrem atropelamentos de noite por falta de visibilidade. Se conduzem uma bicicleta ou moto é ainda mais importante: uma bicicleta tem que ter luzes de posição se for usada de noite, tanto à frente como atrás.

Back to top